10-11-2015

 

Os meus antepassados de Campia - Vouzela

 

 

A genealogia não é fácil. É mesmo praticamente impossível. Senão vejamos: cada um de nós tem 4 avós, 8 bisavós, 16 trisavós, 32 tetravós e 64 5.ºs avós e assim por diante em progressão geométrica com a razão 2. Para além deste problema, faltam normalmente os assentos de baptismo, de casamento e de óbito, disponíveis apenas já depois do início do séc. XVII.  Mas imagine-se o que é a quantidade de ascendentes que é preciso encontrar até chegar a um 5.º avô! E multiplicar isso por 64!

Mesmo assim, decidi procurar alguns dos personagens do meu passado. E tendo chegado aos 5.ºs avós que foram os pais do Capitão de Rebordinho (ver aqui), quis identificar mais alguns que tiveram especial importância pela descendência que deixaram. Destacam-se especialmente João Rodrigues Pereira (n. 1817)  e mulher Mariana Rita (n. 1816), meus trisavós, que quase povoaram Campia e representam a junção de gente do Fundo de Cambarinho com o Cabo de Campia com, pelo meio, uma senhora vinda de Freixo de Serrazes e outra de Souto de Lafões.

 

 

 

      1 - 8.º avô - João, que veio a ser conhecido por João Gonçalves da Mouta, filho de Domingos João e de Maria Antónia da Mouta, ambos de Rebordinho, nasce em 1643. Casa com Maria Antónia, de Selores, em 1674.

      2 - 7.º avô - António, que veio a ser conhecido por António João do Cabo, filho de João Gonçalves da Mouta de Rebordinho e de Maria Antónia. nasce em Rebordinho em 1677.

      3 - 7.ºs avós - António João do Cabo, em 17 de Janeiro de 1714 († 28-8-1724), casa com Águeda João  (bp. 29-10-1693  † 27-7-1729), de Farves-Alcofra; vivem em Campia.

      6 - 6.º avô - António João do Cabo, filho dos anteriores, nasce em 1720.

      7 - 6.ºs avós - António João do Cabo, de Campia, casa com Maria Lopes, de Cercosa, em 1735

      10 – 5.º avô - Manuel João do Cabo, de Campia, filho dos anteriores, nasce em 1741

11 – 5.ºs avós – Manuel João do Cabo casa com Josefa Lopes, ambos de Campia em 1766

17 -Tetravô – António João Nunes, de Campia, filho dos anteriores, nasce em 1777

19 - Tetravós - António João Nunes casa em Serrazes com Maria Rodrigues Rita em 1801. Vêm viver para Campia.

20- Trisavó – Nasce Mariana Rita em Campia, em  1816, filha dos anteriores.

 

 

4 - 7.º avô - António João, filho de Silvestre João e de Luzia Francisca, todos de Cambarinho, nasce em 1670.

5 - 7.ºs avós - António João casa com Maria Dis, ambos de Cambarinho, em 1703

8 - 6.º avô - António João, filho dos anteriores, nasce em Cambarinho em 1708

9 - 6.ºs avós - António João do Fundo de Cambarinho casa com Maria João, de Rebordinho, em 1735 († 20-12-1782, img. 75).

12 - 5.º avô - José João, de Cambarinho, filho dos anteriores,  nasce em 1749 († 5-1-1796, img. 17)

13 - 5.ºs avós – José João, de Cambarinho, casa com Maria João de Cercosa, em 1773 († 1820 img. 104)

16 – Tetravô - Manuel João do Fundo, de Cambarinho, filho dos anteriores, nasce em 1776    († 29-4-1864 - img. 102)

18 – Tetravós - Manuel João do Fundo casa no lugar da Igreja, freguesia de Souto de Lafões, com Ana Maria em 1796 ( 31-12-1850, img. 48). Vêm viver para Cambarinho.

21 -Trisavô – João Rodrigues Pereira, de Cambarinho, filho dos anteriores, nasce em 1817

14-Tetravó – nasce Maria Rodrigues Rita em Freixo – Serrazes em 1773 († 21-6-1856-img. 62, em Campia), filha de José Rodrigues e mulher Luísa Maria

 

 

 ====== + ======

15 - Tetravó – nasce Ana Maria em Igreja - Souto de Lafões em 1774, filha de José Fernandes e de Josefa Rodrigues

 

 

====== + ======

 

 

22 –Trisavós – João Rodrigues Pereira casa com Mariana Rita na Igreja de Campia em 10-1-1843. Vêm viver para Campia.

23 - Bisavós -  Joaquim, filho dos anteriores, nasce em 1858 e casa em 1886, com Joaquina, neta do Capitão de Rebordinho

Nota: Os números indicados remetem para os assentos que abaixo se transcrevem

 

Geração dos Trisavós - João Rodrigues Pereira (nascido a 15-1-1817 - img. 67: † 21-9-1896), de Cambarinho  e Mariana Rita, Mariana de Jesus ou Mariana do Cabo (nascida a 8-5-1816 - img. 58; 11-4-1898), de Campia, casaram-se na Igreja Paroquial de Campia em 10 de Janeiro de 1843 (img. 9). Foram morar em Campia e tiveram os filhos seguintes:

 

I

Maria nasceu em 20-9-1843 – img. 106  - usou  os nomes de  Maria Joaquina e Maria Rita,  casou em Cambarinho em 25-2-1873 (img. 82) com Ricardo João Pereira (n. 12-11-1829 - img. 101), filho de José João do Cimo († 22-3-1866 -  img. 12) e de Inocência Maria de Cambarinho.  Tiveram

 

Josefina, nascida em 15-9-1874 - img. 207

Caridade, nascida em 9-2-1877 – img. 24

Ana  nascida a 13-2-1880– img. 66. Faleceu em Cambarinho em 9-7-1948

Sem nome, nascido em 15-9-1882 e falecido no mesmo dia – img. 108

Cristina, nascida em 30-3-1884 - img. 129   

 

Em 9 de Maio de 1908, com 34 anos, a filha Josefina casou na Igreja de Campia com Serafim João António, dando o nome de Josefina Maria. Ele era natural e residente em Rebordinho. Ficaram a viver em Cambarinho.

Em 9 de Abril de 1909, nasceu-lhes um filho que usou o nome de Joaquim João António.

Este Joaquim João António casou em 8 de Janeiro de 1936 (assento n.º 41) com Leopoldina Augusta.  Esta veio a falecer em 7 de Junho de 1956.

O Joaquim e a Leopoldina tiveram em 1938 o seu único filho, Aldo Pereira António, ainda vivo e morador em Levides, em casa de sua filha Maria Leopoldina Augusta Pereira Nunes, que ali casou.  Aldo Pereira António nasceu em 27-8-1938, e casou em 18-5-1957 com Zilda Maria Augusta, a qual faleceu em 30-10-2010

 

  

II

José nasceu em 9-10-1846 – img. 138 - faleceu em 22-2-1933— usou o nome de José Rodrigues Pereira e casou em 14-10-1872 (img. 79) com Ana Maria de Jesus (n. 9-11-1851 - img. 38), filha de Manuel Rodrigues Pereira de Azevedo, natural de Campia e de Rosária Maria de Jesus, natural de Levides, freguesia de Cambra, ambos moradores em Campia. Tiveram:

Manuel, nascido em 17-2-1873 - img. 188 

António, nascido em 27-4-1877  – img. 31 – veio a falecer em 14-3-1951

Margarida, nascida em 5-11-1881  – img. 92  - Faleceu de 3 meses em 24-1-1882

Adelaide, nascida em 6-2-1884 - img. 127 - Faleceu criança em 16-9-1887

Albertina, nascida em 1-5-1887  – img. 184

José, nascido em 21-1-1890 – img. 222

Joaquim, nascido em 17-3-1893 - fls. 32 v. - Faleceu em 11-12-1977. Casou com Teresa Maria Silva que faleceu antes dele em 1959.

Abílio (da Cana), nascido em 18-7-1896 - fls. 82 - Casou com Piedade da Luz (n.  4-7-1894  † 7-5-1969) (a Tia da Cana). Faleceu em 15-1-1983.

 

III

António nasceu em 22-5-1849 – img. 9— usou o nome de António Rodrigues Pereira e casou em 4-1-1877 (img. 97) com Mariana de Jesus (n. 25-7-1853 - img. 54), de Cambarinho, filha de  José dos Santos e de Quitéria Maria. Viveram em Campia e tiveram:

José, nascido em 10-6-1877 - img. 35

Luciana (conhecida por Lúcia), nascida em  9-5-1881,  – img. 87 – que casou com António Fernandes da Silva em 20-1-1925 e faleceu em 4 de Março de 1976

Adelino, nascido em 19-7-1884 – img. 136

Joaquim, nascido em 25-10-1886,  img. 174

Ana, nascida em 7-9-1888 – img. 202 – Casou com António Antunes Pereira, seu primo direito,  em 18 de Outubro de 1908; o marido faleceu em 11 de Maio de 1969. Ela faleceu em 21 de Julho de 1970.

Virgínio (conhecido por Virgílio) nascido em 11-9-1890 – img. 233

Abílio, nascido em 22-10-1892 - fls. 27 - Faleceu de 15 meses em 19-1-1894

Otília, nascida em 16-1-1895 - fls. 62 v. - Faleceu em 30-5-1978

  

IV

 

Margarida  nasceu em 22-1-1853 -  img. 49 - usou o nome de Margarida Maria de Jesus ( 26-4-1907) e casou em 8-1-1882 (img. 15) com seu primo direito João Antunes Pereira (n. 3-4-1848 - img. 154),  filho de Francisco José Antunes, de Almofala – S. João do Monte, e de Joaquina Maria de Jesus (n. 18-10-1806 - img. 169 -irmã inteira de Mariana Rita), natural de Campia, ambos moradores em Campia (estes tinham casado em S. João do Monte em 18-2-1832 - img. 25). Tiveram:

António, nascido em 4-4-1882 - img. 101 - casou com Ana Maria de Jesus, sua prima direita, na Igreja de Campia em 18-10-1908. Faleceu em 11-5-1969.

Caridade nascida em 3-4-1884 – img. 130 – faleceu de 22 meses em 23-1-1886.

Abílio nasceu em 14-9-1886 e faleceu criança em 27-5-1890 – img. 173

Augusto nasceu em 7-2-1889  – img. 207 -  Casou com Rita Maria Augusta - veio a falecer em 17-3-1938

Bernardino nasceu em 20-4-1891 - img. 243 - veio a falecer em 3-2-1984

Aníbal nasceu em 1-5-1894 - fls.52 v.

  

V

Joaquim nasceu em  23-8-1856 – img. 4 - e faleceu de 7 meses em 29-3-1857 - img. 44 (Liv. de óbitos 1821-1860)

 

VI

Joaquim nasceu em 8-9-1858 - img. 22 - † 2-10-1938 - usou o nome de Joaquim Rodrigues Pereira, e casou em 28-2-1886 (img. 32) com Joaquina Maria (n. 25-3-1851, img. 31; † 25-8-1936) neta do Capitão de Rebordinho e tiveram António do Cabo e as suas quatro irmãs – é meu bisavô como consta já da página respectiva.

 

 

A S S E N T O S

 

1 - 8.º Avô - img. 412 do Livro de Mistos (1613 - 1712) – Em 21 de Dezembro de 1643, foi baptizado João, filho de Domingos João e mulher Maria Antónia da Mouta, que mais tarde usou o nome de  João Gonçalves da Mouta.  Padrinhos Simão Ribeiro da Mouta e sua irmã Catarina, todos de Rebordinho. Casou com Maria Antónia, de Selores em 4 de Fevereiro de 1674 - img. 151 do Livro de Mistos (1613-1712).

2 - 7.º Avô - img. 44 do Livro de Mistos (1613 - 1712) – Em 19 de Março de 1677, foi baptizado António, mais tarde chamado António João do Cabo, nascido em Rebordinho, filho de João Gonçalves da Mouta e de sua mulher Maria Antónia, ele natural de Rebordinho e ela de Selores.

3 - 7.ºs Avós  - img. 262 do Livro de Mistos (1706 – 1748) -  António João, de Rebordinho, mas morador em Campia,  filho de João Gonçalves  e de sua mulher Maria Antónia, já defuntos,

casou na Igreja de Campia em 17 de Janeiro de 1714 com Águeda João, de Campia, filha de João Simões ( 15-11-1727 - img. 244) e de sua segunda mulher Maria João (1-11-1730 - img. 249), ele de Campia e ela de Farves - Alcofra.

Testemunhas: P.e Domingos Lopes Tavares, Coadjutor da Igreja de Campia, e António André da Costa e André Ribeiro, ambos de Rebordinho.

Transcreve-se o seu assento do óbito,  muito sugestivo e com boa letra (img. 236 do Livro de Mistos (1706 – 1748): "Aos 28 dias do mês de Agosto de 1724 anos, faleceu António Joam do Cabo, de Campia, natural que foi do lugar de Rebordinho, filho de Joam Gonçalves e de sua mulher Maria Antonio da mouta do dito lugar e morador que foi no dito lugar de Campia, casado com Águeda Joam, filha de Joam Simões e de sua mulher segunda Maria Joam, dahi(...)".

Sua mulher nasceu em Farves, freguesia de Alcofra, foi baptizada em 29 de Outubro de 1693 – img. 264 – Livro de Mistos 1615 – 1702 com o nome de Águeda, filha de João Simões, de Campia e de Maria João, de Farves; figura no Assento “ela (o) deu por pai”. Veio a falecer cedo, aos 35 anos. Tem o assento do óbito em 27-7-1729 (img. 246 do Livro de Mistos (1706 – 1748) onde se diz que é obrigada ao comprimento (sic) de sua alma, sua mãe Maria João, ainda viva após a morte prematura da filha. O pai João Simões, tinha casado em  Campia com Isabel Luis em 26 de Julho de 1677 – img. 155 do Livro de Mistos 1613 – 1712. A primeira mulher, Isabel Luis faleceu em 22 de Julho de 1709 – img. 203 do Livro de Mistos  1706 – 1748. Depois, já viúvo, João Simões foi casar na Igreja de Alcofra com a mãe das filhas, Maria João, de Farves, em 7 de Maio de 1713 – img. 93 do Livro de Mistos 1696 – 1748, da freguesia de Alcofra. A filha mais velha, Maria (bp.1-6-1692 - img. 257  Livro de Mistos 1615 – 1702 de Alcofra; -- 25-8-1738 - img. 6   Livro de Mistos de Campia 1736-1790), não casou e ficou a tomar conta do sobrinho após a morte dos pais e dos avós dele.

4 - 7.º Avô -  img. 27 do Livro de Mistos (1613 - 1712) – Em 13 de Agosto de 1670, foi baptizado António, mais tarde chamado António João, filho de Silvestre João e de sua mulher Luzia Francisca, todos de Cambarinho.

Foram padrinhos António João e Domingas, solteira, filha de Domingas, solteira, todos de Cambarinho

5 - 7.ºs Avós  - img. 183 do Livro de Mistos (1613 - 1712) – Em 16 de Abril de 1703, casaram na Igreja de Campia, António João, filho de João Silvestre do Fundo e de sua mulher Luzia Francisca com Maria Dis, filha de Pedro Dis e de sua mulher Isabel Martins, todos de Cambarinho.

Foram testemunhas Manuel Fernandes, do Ral, freguesia de Pinheiro, Manuel Nunes e João de Lencastre, de Cambarinho.

6 - 6.º Avô - img. 290 do Livro de Mistos (1706 – 1748) - Em 1 de Setembro de 1720, foi baptizado António, que usou o nome de António João do Cabo († 17-9-1793 img. 11), filho de António João do Cabo e de sua mulher Águeda João, de Campia. Foram padrinhos Manuel Lopes, de Campia e Isabel, solteira, filha de António Ribeiro, de Selores.

7 - 6.ºs Avós  - img. 130 do Livro de Mistos (1706 – 1748) – Em 22 de Fevereiro de 1735, casaram António João do Cabo, de Campia, filho de António João do Cabo, já defunto, e de sua mulher Águeda João, também já defunta, natural e moradora que foi com seu marido em Campia, com Maria Lopes (bp. 24-10-1702, img. 128 do Livro de Mistos 1613-1712 -- † 22-6-1781 img. 70), de Cercosa, filha de Manuel Lopes e de Antónia da Silva, ambos naturais e moradores em Cercosa.

Testemunhas: Manuel Rodrigues, de Campia, Manuel Lopes, de Cercosa, Manuel Gonçalves e João, solteiro seu filho, ambos de Rebordinho.

8 - 6.º Avô - img. 157 do Livro de Mistos (1706 – 1748) – Em 18 de Novembro de 1708, foi baptizado António, filho de António João e de sua mulher Maria Dis, de Cambarinho. Foram padrinhos Domingos, filho de Diogo João e Maria João, mulher de João Silvestre, todos de Cambarinho.

9 - 6.ºs Avós  - img. 130 do Livro de Mistos (1706 – 1748) – Em 1 de Fevereiro de 1735, casaram António João, natural de Cambarinho, filho de António João, já defunto, e de sua mulher Maria Dis, todos naturais e residentes em Cambarinho com Maria João, natural de Rebordinho, filha de Manuel João, já defunto, natural e morador em Rebordinho e de sua mulher, Antónia João, natural da Lousa, moradora com seu marido em Rebordinho.

Testemunhas: P.e Manuel Coelho, de Campia, António Soares, Valentim Soares e Manuel Dias, de Rebordinho

10  - 5.º Avô - img. 82 do Livro de Mistos (1706-1748) – Manuel, que mais tarde usou o nome de Manuel João do Cabo († 6-10-1818 img. 98) , nasceu em Campia e foi baptizado a 18-3-1741, filho de António João, de Campia e ali morador e de Maria Lopes, natural de Cercosa

Foram padrinhos Manuel Lopes, filho de João Lopes do Sobrado e Maria, solteira, filha de João da Silva e de sua mulher Maria Correia, todos de Campia.

O assento não indica os nomes dos Avós.

11 - 5.ºs Avós  - img. 130 do Livro de Mistos (1736-1790)- Casamento em Campia em 3 de Junho de 1766, de Manuel João do Cabo, filho de António João e de sua mulher Maria Lopes, ele de Campia e ela de Cercosa, com Josefa Lopes (bp. 29-12-1743- img. 93  -  † 11-12-1822 img. 114) , filha de Miguel Nunes e de sua mulher Maria Lopes, do lugar de Igreja -  Campia.

12 - 5.º Avô img. 5 – José, que mais tarde usou o nome de José João, nasceu em Cambarinho e foi baptizado em 12-10-1749 († 5-1-1796 img. n.º 17)

filho de António João do  Fundo de Cambarinho e de Maria João, de Rebordinho, ambos moradores em Cambarinho

neto paterno de Manuel João e de Maria Dias, naturais e moradores em Cambarinho

neto materno de Manuel João natural de Rebordinho e de sua mulher Antónia João, natural da Lousa e moradora com seu marido em Rebordinho.

Foram padrinhos António, solteiro,  filho de Domingos Lopes da Fonte de Cambarinho e Águeda, solteira, filha de Manuel João e de sua mulher

Maria Dias.

13 - 5.ºs Avós  - img. 134 do Livro de Mistos (1736-1790)- Casamento em Campia em 19 de Janeiro de 1773, de José João, filho de António João do Fundo de Cambarinho e de sua mulher Maria João, natural de Rebordinho com Maria João, filha de Domingos João e de sua mulher Maria Fernandes, do lugar de Cercosa. 

Testemunhas, Tomás Lopes (pai do Capitão de Rebordinho † 21-2-1813 img. 73 ) e António Lopes da Fonte, de Cambarinho e Manuel Rodrigues Frio, de Cercosa.

14 - Tetravó - img. 74 de Serrazes - Maria que mais tarde usou os nomes de Maria Rodrigues Rita e Maria Rodrigues do Cabo († 21-6-1856 img. 62), foi baptizada em Serrazes  (foi natural de Freixo, daquela freguesia) em 16 de Março de 1773, filha de

Alferes José Rodrigues e de sua mulher Luísa Maria

Neta paterna de Manuel Fernando, do lugar do Couço, freguesia de Valadares e de sua primeira mulher Marta Rodrigues, natural de Freixo – Serrazes

Neta materna de José Lopes da Costa, do lugar e freguesia de Serrazes e de sua primeira mulher Maria Lopes, do lugar do Ral, freguesia de Pinheiro de Lafões

Foram padrinhos o Doutor João Pedro da Costa, Vigário Colado da freguesia de São Salvador de Serrazes (que a baptizou) e madrinha, Maria Engrácia, Tia da baptizada.

15 - Tetravó - img. 121  de Souto de Lafões - Ana, que usou os nomes de Ana Maria e Ana Maria do Carmo nasceu a 7 de Outubro de 1774 (baptizada a 15 do mesmo mês), filha de José Fernandes, natural de Igreja, freguesia de Souto de Lafões e de sua mulher Josefa Maria ou Josefa Rodrigues, natural de Fiais, freguesia de Campia

neta paterna de Manuel Fernandes e de Isabel Jorge, naturais e moradores em Igreja, freguesia de Souto de Lafões,

neta materna de Ascenso Rodrigues e de sua mulher Maria Francisca, naturais e moradores em Fiais.

Foram padrinhos o Padre Manuel José Rodrigues, de Fiais e Ana, solteira, filha de Manuel Lopes da Costa Bandeira, de Igreja, freguesia de Souto de Lafões.

16 - Tetravô - img. 102 – Manuel, que mais tarde usou o nome de Manuel João do Fundo ( 29-4-1864 img. 102), nasceu em Cambarinho e foi baptizado em Campia em 25 de Agosto de 1776, sendo filho de

José João, natural de Cambarinho e de sua mulher Maria João († 10-3-1820 img. 104), natural de Cercosa

neto paterno de António João do Fundo de Cambarinho e de sua mulher Maria João natural de Rebordinho

neto materno de Domingos João Cancelo e mulher Maria Fernandes, ambos de Cercosa

Foram padrinhos Manuel João Cancelo de Cercosa e Maria Francisca ( 14-8-1790- img. 4), mulher de Tomás Lopes da Cambarinho (estes dois foram os pais do Capitão de Rebordinho)

17 - Tetravô - img – 104 -- António que mais tarde usou o nome de António João Nunes ( 22-10-1830 img. 7), nasceu no lugar e freguesia de Campia, foi baptizado em Campia em 29 de Abril de 1777, filho de

Manuel João do Cabo e de sua mulher Josefa Lopes

neto paterno de António João do mesmo lugar e sua mulher Maria Lopes, natural de Cercosa

neto materno de Miguel Nunes, da Igreja e de sua mulher Maria Lopes da Bica de Campia

Foram padrinhos António João dos Aidos e Domingas João do Ramalhal.

18 - Tetravós - Livro não numerado, e não digitalizado - Manuel João, dando o nome de Manuel João Correia da Cruz, filho legítimo de José João, já defunto, natural de Cambarinho e de sua mulher Maria João, natural de Cercosa, freguesia de Campia, casou em 12 de Julho de 1796, na Igreja Paroquial de Souto de Lafões com

Tetravó - Ana Maria, que deu o nome de Ana Maria do Carmo, filha legítima de José Fernandes, natural da Igreja, freguesia de Souto de Lafões e de sua mulher Josefa Maria, natural do lugar de Fiais, freguesia de Campia, moradores no dito lugar de Igreja, freguesia de Souto.

Foram testemunhas o Capitão José Bandeira Lopes de Gouveia, Manuel Francisco, Manuel José Rodrigues e Frederico José Ferreira, naturais e moradores no dito lugar de Igreja, freguesia de Souto, Arciprestado de Lafões, Bispado de Viseu.

19 -   Tetravós - img. 73 de Serrazes - António João Nunes, filho legítimo de Manuel João do Cabo e de sua mulher Maria Lopes (erro, é Josefa Lopes), naturais e moradores no lugar e freguesia de Campia

casou em 1 de Setembro de 1801 em Serrazes com

Tetravó - Maria Rodrigues Rita, filha legítima do Alferes José Rodrigues, natural de Freixo – Serrazes e de sua mulher Luísa Maria, natural do lugar de Serrazes, moradores em Freixo

20 - Trisavó - img. 58 -Mariana, que usou o nome de Mariana Rita e Mariana do Cabo nasceu no lugar e freguesia de Campia em 8 de Maio de 1816 ( 11-4-1898), filha de António João Nunes e de Maria Rodrigues Rita, sendo

neta paterna de Manuel João e de sua mulher Maria Lopes (erro, é Josefa Lopes), naturais e moradores no lugar e freguesia de Campia e

neta materna do Alferes José Rodrigues, natural de Freixo – Serrazes e de sua mulher Luísa Maria, natural do lugar de Serrazes, moradores em Freixo

Foram padrinhos o Major Bernardo Soares, de Campia e Mariana, solteira, de Freixo.

21 - Trisavô - img. 67 -- João, que usou o nome de João Rodrigues Pereira, nasceu em 15-1-1817 (baptizado a 23 do mesmo mês - † 21-9-1896), em Cambarinho, filho legítimo de Manuel João do Fundo e de sua mulher Ana Maria, natural do lugar e freguesia de Souto de Lafões em cuja Igreja se receberam.

Neto paterno de José João, natural do Fundo de Cambarinho e de Maria João natural da Cancela de Cercosa

Neto materno de José Fernandes, natural de Souto de Lafões e de sua mulher Josefa Rodrigues, natural do lugar de Fiais, freguesia de Campia

Foram padrinhos José Rodrigues Ferreira e Isabel Maria tios maternos da baptizada.

22 - Trisavô -  img. 9 - João Rodrigues Pereira, filho legítimo de Manuel João do Fundo  e de sua mulher Ana Maria,  de Cambarinho, freguesia de Campia

casou em 10 de Janeiro de 1843 na Igreja Paroquial de Campia com

Trisavó - Mariana Rita, filha legítima de António João Nunes e de sua mulher Maria Rodrigues Rita, moradores também em Campia.

23 - Bisavô - img. 22 - Joaquim, que mais tarde usou o nome de Joaquim Rodrigues Pereira, nasceu em 11 de Setembro de 1858 (baptizado em 19 do mesmo mês), no lugar e freguesia de Campia, filho legítimo de João Rodrigues Pereira, natural de Cambarinho e morador em Campia e de sua mulher Mariana Rita, que se casaram em Campia

Neto paterno de Manuel João do Fundo, natural de Cambarinho,  e de sua mulher Ana Maria, natural do lugar e freguesia de Souto de Lafões

Neto materno de António João Nunes e de Maria Rodrigues Rita, esta natural de Freixo, freguesia de Serrazes.

Foram padrinhos Estanislau Dias Ribeiro e sua mulher Rosália, do lugar do Crasto, freguesia de Campia.

 

 

Adenda - 3-7-2016

A FAMÍLIA DA LAJA

 

Minha mãe, Adália da Luz Nogueira, falecida em 21 de Junho de 2002, dizia-me que a nossa família ainda era aparentada com os da Laja de Cambarinho, mas “por muito longe”.  A curiosidade levou-me a procurar de onde vinha o parentesco de que ela falava.

Parti dos avós de D. Lucinda da Casa da Laja, viúva de Daniel de Bastos Martins, e irmãos, que vive em Paredes Velhas. Os avós maternos eram de Cambra, por isso, estavam fora de questão. A avó paterna D. Camila (n. 3-8-1869, img. 145) era da família do Cimo de Cambarinho, com quem não tínhamos relações de parentesco.  Restava o avô paterno, António Rodrigues de Almeida, nascido a 14 de Setembro de 1865 (img. 94) e por ele comecei a investigação. Esta levou-me a Tomás Lopes e mulher Maria Francisca, os pais do Capitão de Rebordinho, meus 5.ºs avós.

De facto, a minha mãe tinha razão, o parentesco vinha de bem longe.

 

O Alferes Tomás Lopes, natural de Couço – Pinheiro de Lafões veio viver para Cambarinho e teve de sua segunda mulher, Maria Francisca, pelo menos, estes filhos:

 

Img. 48 – Maria, bp. a 24-5-1759

Img. 57 – Josefa, bp. a 21-1-1761

Img. 63 – Manuel, que usou o nome de Manuel Lopes da Cruz -  bp. 5-4-1763 – foi também Capitão

Img. 73 – António,  bp. 28-10-1765 - Foi sacerdote, usando o nome de Padre António Tomás Lopes

img. 82 -  José, bp. a 11-5-1768

Img. 87 – João,  bp. a 30-6-1770, que deve ter falecido criança

Img. 92 - João, o Capitão de Rebordinho, que usou o nome de João Lopes Correia da Cruz, bp. a 20-9-1772

 

Recuando pois no tempo, a ascendência de António Mário de Almeida (da Laja) e de seu pai António Rodrigues de Almeida, levou-me ao Capitão Manuel Lopes da Cruz e esposa Antónia Maria Lopes, de Nespereira – Pinheiro de Lafões.

 

É esta a sucessão dos ascendentes, começando pelos antigos:

 

O Alferes Tomás Lopes  ( 21-2-1813 img. 73 ) e mulher Maria Francisca ( 14-8-1790 img. 4)  de Cambarinho tiveram pois um filho de nome Manuel, baptizado a 5-4-1763 (img. 63). Foi Capitão, usou os nomes de Manuel Lopes Correia e Manuel Lopes da Cruz, e era irmão mais velho do Capitão de Rebordinho, baptizado a 20-9-1772 (img. 92).

 

O Capitão Manuel Lopes da Cruz, ou Manuel Lopes Correia, nome que também usou ( 11-4-1832 – img. 11) casou em Pinheiro de Lafões com Antónia Maria Lopes (n. 27-9-1762 - img. 40-Pinheiro de Lafões --- † 2-11-1850 – img. 44 - Campia), de Nespereira em 10 de Fevereiro de 1795 (img. 77 – casamentos -  da freguesia de Pinheiro de Lafões). Já no tempo deles se dizia a "Laja", pois o assento de óbito da esposa refere: "viúva de Manuel Lopes da Cruz, da Laja de Cambarinho".

 

Tiveram em Cambarinho um filho de nome António, que usou o nome de António Lopes da Cruz, baptizado a 5-4-1796 (ao 7.º dia do seu nascimento-img. 94; 28-2-1871 – img. 51) e veio a casar com Maria Guiomar ( 12-3-1866, de 73 anos – img. 12), do lugar de Igreja- Sejães, paróquia onde casaram por volta de 1830.

 

António e Maria Guiomar tiveram em Cambarinho uma filha, Constância, que usou o nome de Constância Maria Rita (n.15-5-1835-img. 9 do Livro de Mistos 1823-1836). Esta casou na Igreja de Campia em 14-9-1858 (img. 33) com João Rodrigues de Almeida, de Freixo, freguesia de Serrazes (n. 23-2-1815 - img. 92 em Serrazes). Viveram em Cambarinho.  

 

João e Constância tiveram em 14-9-1865  (img. 94) um filho chamado António, que usou o nome de António Rodrigues de Almeida  ( 18-6-1950) e casou em 10-12-1891 na Igreja de Campia com Camila Gonçalves de Carvalho, nascida em 3-8-1869 (img. 145), filha de António Lopes da Silva Afonso de Carvalho e de Rosália Maria Gonçalves, de Sobreira-Reigoso (da família do Cimo) e tiveram em 26-10-1893 o filho  António Mário de Almeida  ( 18-11-1968) que em 14-9-1922, casou com Dália Simões de Campos, de Cambra, continuando a casa da Laja.

 

Tomás Lopes foi pois meu 5.º avô assim como o foi também de D. Lucinda e de seus irmãos.